quarta-feira, 22 de abril de 2015

Ministro do Turismo ressalta praias de Natal numa das maiores feiras do setor


Uma das maiores feiras internacionais de turismo, a World Travel Market Latin America, a WTM, teve início nesta quarta-feira (22), no Expo Center Norte, em São Paulo, com a expectativa de atrair cerca de 15 mil empresários do setor em três dias de evento. Essa é a terceira vez que a feira é realizada no Brasil.
O ministro do Turismo, Henrique Alves, participou da cerimônia de abertura e destacou a importância da realização de grandes eventos e o potencial de crescimento do setor para a economia do turismo no Brasil. “As feiras e o turismo de negócios têm uma capacidade de agregar valor aos destinos, na medida em que permitem o intercâmbio de experiência, a transferência de tecnologias e o aumento de aprendizado dos participantes”, disse. Este é o primeiro evento que Alves participa no atual posto de ministro. Ele aproveitou para convidar os presentes a conhecerem as praias do Rio Grande do Norte.
O turismo de negócios é o segundo maior fator de atração de visitantes estrangeiros no país e o Brasil ocupa a nona posição no ranking mundial de eventos internacionais de acordo com a Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA, na sigla em inglês). Para continuar na rota dos grandes eventos, Henrique Alves destacou a necessidade de interação entre o setor público e privado.
"Em um ano desafiador como este, precisamos, mais do que nunca, unir forças e somar competências para fazer mais com menos. Precisamos nos ajudar, setor público e privado. Vejo que temos avançado nessa missão. Se por um lado o mercado ampliou a oferta de assentos nas aeronaves, cresceu e reduziu as tarifas; por outro, o governo está investindo na melhoria dos aeroportos e na construção de um plano de aviação regional”, disse.
Segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc), foram realizados cerca de 600 mil eventos em todo o Brasil em 2013. As feiras, os seminários, os congressos, as convenções, os simpósios e os grandes encontros de negócios movimentaram, juntos, mais de 200 milhões de pessoas. A contribuição em impostos arrecadados ficou perto dos R$ 50 bilhões; o faturamento chegou aos R$ 209 bilhões e a geração de empregos diretos e indiretos bateu os 7,5 milhões.
O turismo de negócios e eventos é, ainda, a principal motivação de viagem de um em cada quatro (25,3%) turistas internacionais que desembarcam no país. Este público tem um gasto médio diário de 127 dólares, quase duas vezes mais que o desembolso dos turistas que viajam a lazer. Trata-se, portanto, de um perfil de viajante qualificado.
TERCEIRA VEZ - Esta é a terceira vez consecutiva que o Brasil sedia a WTM Latin America. Palco de negócios e debates sobre o setor de viagens e turismo, a feira deve reunir mais de 15 mil empresários do setor em três dias de evento. O Ministério do Turismo ampliou sua participação no evento este ano com ações institucionais e de marketing. O destaque fica para a Área Brasil, local em que 25 estados estarão reunidos em estandes com uma identidade visual única para fortalecer o turismo nacional e promover os destinos turísticos do país. Além disso, artesanatos típicos de cada região estarão expostos aos visitantes da feira. Já o estande do MTur estará dividido em módulos: um para promover a gastronomia, que terá a participação do chef nordestino Alcindo Queiroz, com degustação de pratos típicos brasileiros e um bar de brigadeiros; um módulo central para a divulgação do Brasil como destino Olímpico e o outro para atender à imprensa e abrigar o gabinete do Ministro.

VIA FACEBOOK